Pesquisa de uso de aplicativos no Brasil

Pesquisa de uso de aplicativos no Brasil

Todo mundo sabe que os aplicativos mobile estão cada vez mais presentes entre as pessoas em todo o mundo. Mas e no Brasil, como estão as métricas? Seria uma boa ideia investir nesse mercado? Para responder a essas perguntas e avaliar o cenário brasileiro de aplicativos mobile, recentemente foi realizada a pesquisa Panorama, através de uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e a empresa de soluções em pesquisas Opinion Box. Ao longo de Abril de 2017 foram entrevistados 1904 brasileiros que acessam a Internet e possuem smartphone. Acompanhe os detalhes a seguir e confira o resultado do estudo.

Cenário geral

De acordo com a pesquisa, o cenário geral para o uso de aplicativos mobile no Brasil aponta:

  • A grande maioria dos usuários utiliza o Android como sistema operacional em seus aparelhos, ficando com 87% dos pesquisados. O iOS aparece com apenas 8% e o Windows Phone com 4%.
  • 48,5% dos pesquisados revelaram que possuem um smartphone há mais de 3 anos. Por outro lado, 35,2% revelou usar um aparelho entre um ou três anos e apenas 16% revelou usar um smartphone a menos de um ano.

Volatilidade e preferências

A pesquisa também apresentou dados em relação às preferências atuais dos usuários e a frequência com que eles costumam instalar e desinstalar aplicativos em seus aparelhos. O resultado foi:

  • 94% afirmam que já baixaram e instalaram algum aplicativo em seu smartphone.
  • Apenas 13,3% já compraram algum aplicativo para o seu smartphone, sendo que o perfil médio desse seleto grupo é formado por homens, entre 16 e 29 anos, da classe A ou B, com iPhone.
  • 46,2% afirmaram que já realizaram compras dentro de um aplicativo, atestando o sucesso do modelo de aplicativos freemium onde o app é disponibilizado gratuitamente, mas oferece opções adicionais à venda como o desbloqueio de funcionalidades, o acesso a conteúdo extras etc.
  • 56,3% dos usuários que nunca compraram um app alegaram não ver necessidade para tal, ou seja, os aplicativos gratuitos satisfazem as necessidades desse público.
  • 47,6% dos entrevistados revelaram que instalaram um app novo há mais de 24 horas e menos de 6 meses. Com um percentual muito semelhante, 47,9% afirmaram que desinstalaram algum app de seus smartphones há mais de 24 horas e menos de 6 meses.

Aplicativos que dominam a homescreen e games preferidos

Estar na homescreen, ou tela principal dos usuários é o desejo de todo desenvolvedor de aplicativos, afinal, é na tela inicial onde o usuário acessa facilmente o app.

Segundo a pesquisa, os aplicativos que atualmente dominam a tela principal dos usuários são:

Aplicativo Predominância
WhatsApp 66%
Facebook 57,5%
Instagram 32,4%
Facebook Messenger 20,4%

Além disso, o estudo aponta que Candy Crush Saga e Clash of Clans são os games mais jogados pelos usuários via smartphone.

  • Candy Crush Saga é mais preferido pelas mulheres (17,5% afirmaram que este é o seu jogo preferido com apenas 4,5% dos homens).
  • Clash of Clans tem maior preferência pelo público masculino (9,7% dos homens afirmaram que este é o seu jogo favorito contra apenas 2,5% do público feminino.
  • Farm Heroes, Super Mario Run e Pokémon Go aparecem em terceiro, quarto e quinto lugar na preferência dos usuários.

Serviços de entretenimento, segurança e backup

A proporção de internautas brasileiros com smartphone que declaram ser assinantes de algum serviço de entretenimento com pagamento de mensalidade e cuja utilização acontece predominantemente através de app no aparelho também foi tema da pesquisa.

Segundo o estudo, apenas 23,6% faz uso desse serviço. E desse total de assinantes, 63% afirmaram usar a Netflix, 21,3% usam o Spotify, 4,7% o Deezer, 3,6% usam o Globo Play e 2,1% usam o serviço Google Play Music.

No quesito de segurança, a pesquisa aponta que 45,1% dos usuários usam algum aplicativo de antivírus em seus dispositivos, sendo o Avast líder do ranking com 32,1%, seguido por PSafe com 14,3% e AVG com 11,8%.

Por fim, no quesito de backup, apenas 4,1% afirmaram usar backup pago para salvar os dados do seu smartphone na nuvem. Dessa pequena proporção, o Google Drive aparece no topo com 22,8%, seguido de OneDrive com 16,5%, iCloud com 11,8% e TIM Backup com 7,6%.

Conclusão

Ao analisar os números da pesquisa é possível concluir que o Brasil é um mercado em pleno crescimento para o uso de aplicativos.

No entanto, a maior parte dos aparelhos é composta por modelo Android de baixo custo, ou seja, possuem pouca memória e acabam obrigando os usuários a realizarem constante malabarismos para instalar e desinstalar aplicativos para reorganizar o espaço conforme as suas prioridades.

De maneira geral, o brasileiro não costuma optar por aplicativos pagos, no entanto, o modelo freemium tem se destacado cada vez mais. Além disso, o fato dos brasileiros estarem constantemente testando novos aplicativos abre oportunidades para quem deseja empreender neste mercado criando o próprio app, uma vez que os usuários têm ido além do uso de aplicativos mais comuns com WhatsApp e Facebook.

E então, achou promissor o uso de aplicativos no Brasil? Que tal investir na criação do seu próprio app e lucrar com isso? Conte com a Dub Soluções como a parceria ideal para o seu empreendimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *